Subsídios à cadeia da carne

O Instituto Escolhas publicou, em janeiro de 2020, o trabalho “Do pasto ao prato: subsídios e pegada ambiental da carne bovina“, um estudo completo sobre os subsídios e renúncias fiscais associados à cadeia da carne no Brasil. Eu conduzi esse estudo junto com os colegas Ricardo Vale e Kennedy Meira. Os resultados do trabalho foram apresentados em seminário na Folha de São Paulo em 30.01.2020, e geraram um grande debate nacional sobre o papel do Estado na expansão da cadeia da carne.

Para conhecer os resultados, veja as matérias que apareceram na mídia:

Debate, Folha de São Paulo, 30.01.2020. Foto: Reinaldo Canato / Folhapress

O nosso trabalho foi o primeiro a fazer um apanhado completo do apoio que a cadeia recebe do Estado brasileiro. Esse apoio acontece na forma de subsídios, como PRONAF, na forma de renúncias fiscais, como reduções do ICMS, e na forma de redução de dívidas. Somando tudo, chegamos ao resultado de que a cadeia recebeu, entre 2008 e 2017, um total de R$ 123 bilhões do poder público, o que representa em torno de 80% da arrecadação total da cadeia da carne.